Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

Ter | 22.09.20

BOLO DE ABRUNHOS E ESPECIARIAS

Este bolo é ideal para despedirmo-nos do Verão e celebrar o início do Outono com o calor e aconchego das especiarias e com abrunhos, fruto muitas vezes esquecido e que aparece por esta altura de transição.

(click here for recipe in english)

 

bolo-abrunhos-especiarias-prune-spice-cake_1.jpg

Quando vi esta receita admito que receei que misturando canela, noz-moscada e cardamomo com uma fruta que não a maçã ou a pêra a coisa podia não correr lá muito bem...

Mas, fiquei rendida a esta mistura de sabores, já para não falar da leveza da massa e da suculência dos abrunhos que criaram pequenas bolsas cremosas por todo o bolo.

 

Receita de Bolo de abrunhos e especiarias

para notas sobre a receita ler mais abaixo

 

ingredientes

180 gr de farinha

1 1/2 colher (chá) de fermento

1 colher (chá) de canela

1/4 colher (chá) de noz-moscada

1/8 colher (chá) de cardamomo

1/4 colher (chá) de sal

100 gr de manteiga

200 gr de açúcar

1 ovo

1 colher (chá) de baunilha

125 ml de leite

8 abrunhos

1 a 2 colheres (sopa) de açúcar para polvilhar

 

preparação

Começa-se por misturar os ingredientes secos, nomeadamente, a farinha, o fermento, as especiarias e o sal.

À parte, bater a manteiga com o açúcar até obter um creme fôfo.

Acrescentar o ovo e a baunilha.

Aos poucos, e alternando, adicionam-se o leite e a mistura de farinha, misturando bem mas sem bater demais.

Lavam-se os abrunhos, retiram-se-lhes os caroços e cortam-se em 4 pedaços semelhantes.

Verte-se o preparado para dentro de uma fôrma de aro amovível untada e polvilhada com farinha.

Dispõem-se os pedaços de abrunhos em forma de círculos por cima da massa.

Polvilha-se com o açúcar sobre a fruta.

Leva-se ao forno a 180ºC durante 30 a 35 minutos.

 

Adaptado de "Late summer plum cake"

 

bolo-abrunhos-especiarias-prune-spice-cake_4.jpg

Os Ingredientes

 

  • Abrunhos - convém escolher para este bolo abrunhos que não estejam demasiado maduros pois são mais difíceis de fatiar e são sumarentos em demasia.
  • Ovo - é apenas necessário 1 ovo para ligar todos os outros elementos.
  • Farinha - pode ser usada farinha de trigo comum (t55) ou então mix de farinhas sem glúten que resulta igualmente bem.
  • Fermento - no caso de usar farinha com fermento, pode omitir o fermento mencionado na receita.
  • Açúcar - para este bolo de abrunhos preferi usar açúcar mascavado (este é o meu preferido para bolos), e foi o que usei para polvilhar por cima da fruta.
  • Manteiga
  • Leite - pode ser utilizado leite vegetal em substituição do leite de vaca, como o de amêndoa, aveia ou arroz.
  • Canela, Noz-moscada, e Cardamomo - é a combinação destas 3 especiarias que transforma este bolo de fruta em algo especial, mas para que não se sobrepusessem ao sabor dos abrunhos, decidi reduzir às quantidades originais.
  • Baunilha - é opcional, mas a sua presença melhora sempre o sabor dos bolos.

 

Modo de preparação

 

  • Numa taça misturar a farinha com o fermento.
  • Adicionar a canela, noz-moscada, cardamomo e sal.
  • À parte, bater bem a manteiga (à temperatura ambiente) com o açúcar até este se dissolver e obtermos um creme fôfo.
  • Acrescentar o ovo e a baunilha, misturando bem.
  • Adicionam-se aos poucos o leite, alternando com porções da mistura de farinha, envolvendo bem mas sem bater demais para não activar o glúten em demasia. Reservar.
  • Lavam-se os abrunhos, cortam-se a meio e retiram-se-lhes os caroços.
  • Cada metade de fruta é então cortada ao meio (cada abrunho rende então 4 pedaços semelhantes).
  • Verte-se o preparado para dentro de uma fôrma de aro amovível untada e polvilhada com farinha.
  • Dispõem-se os pedaços de abrunhos em forma de círculos por cima da massa, e pressionam-se ligeiramente para entrar na massa de bolo.
  • Polvilha-se com um pouco de açúcar sobre a fruta (como me esqueci deste passo, só polvilhei o bolo a meio da cozedura e por isso o açúcar ficou mais à superficie).
  • Leva-se ao forno a 180ºC durante 30 a 35 minutos.
 

 

 

 

Obrigado pela visita

Não se esqueça de SUBSCREVER para receber cada post directamente no seu e-mail.

 

Siga o blog 

FACEBOOK  |  PINTEREST INSTAGRAM

 

 

 

Dom | 13.09.20

TARTE FOLHADA DE BACALHAU E BRÓCOLOS

A presença de natas no recheio desta tarte confere uma cremosidade onde vamos encontrar saboroso bacalhau, suaves tiras de cebola e apontamentos verdejantes de brócolo, rodeados por uma crocante base de massa folhada.

(click here for recipe in english)

 

tarte-bacalhau-brocolos-codfish-broccoli-tart_1.jp

Para uma refeição leve, mesmo quando os dias ainda estão quentes, vale a pena ligar o forno e servir uma tarte como é o caso desta de peixe e legumes com muito sabor e poucos ingredientes, que pode ser servida quente ou fria combinando bacalhau com brócolos.

Para além de ser fácil de preparar é uma saudável opção para servir àqueles que "torcem o nariz" a estes vegetais.

 

Receita de Tarte folhada de bacalhau e brócolos

para notas sobre a receita ler mais abaixo

 

ingredientes

1 embalagem de massa folhada

2 ovos grandes (ou 3 pequenos)

1 posta de bacalhau (aprox. 200gr)

1 chávena de brócolos

200 ml de natas

1 cebola roxa

2 dentes de alho

1 colher (sopa) de salsa picada (opcional)

1/2 colher (chá) de sal

1/8 colher (chá) de pimenta

1/2 colher (chá) de alho em pó (opcional)

1/8 colher (chá) de noz moscada (opcional)

 

preparação

Aquecer um pouco de água num tacho com sal até ferver, retirar do lume e colocar o bacalhau (previamente descongelado, se fôr o caso) e reservar.

Cortar os brócolos em raminhos mais pequenos, e picar finamente os talos.

Cortar a cebola em tiras, e depois alourá-las num pouco de azeite.

Picar os alhos e juntar à cebola.

Adicionar os brócolos e deixar cozinhar um pouco. Reservar.

Numa taça, bater os ovos e juntar as natas e a salsa picada.

Temperar com sal, pimenta, alho em pó e a noz-moscada.

Depois de escaldado, tira-se o bacalhau e retiram-se-lhe pele e espinhas.

Desfiar ou lascar o bacalhau e adicionar aos brócolos.

Misturar o preparado de ovos e natas com o de bacalhau e brócolos, e envolver bem.

Desenrolar a massa folhada e estender numa fôrma redonda ou rectangular, picando o fundo com o garfo.

Verter o recheio da tarte sobre a massa e levar ao forno a 200ºC durante 25 a 30 minutos.

Originalmente publicado em 2015

 

tarte-bacalhau-brocolos-codfish-broccoli-tart_2.jp

 

Os Ingredientes

 

  • Massa folhada - esta tarte fica com um recheio cremoso, e achei que a textura deste combinava melhor com a crocância da massa folhada. No entanto, também poderão confeccionar esta tarte de bacalhau e brócolos com massa quebrada.
  • Bacalhau - geralmente recorro a uma posta de bacalhau congelado que rende entre 150gr a 200gr de bacalhau, mas podem ser usadas outras partes ou mesmo algumas sobras de bacalhau. Não costumo cozer o peixe, mas sim escaldá-lo só para que possa retirar-lhe as espinhas e pele, uma vez que irá cozinhar dentro da tarte e absorver os sabores dos outros ingredientes. 
  • Brócolos - podem ser crus ou dos congelados; quando uso crus não os cozo porque são adicionados em porções tão pequenas que também irão cozinhar quando se levar ao forno e assim também não acrescentam humidade resultante da cozedura ao recheio. No caso de utilizarem brócolos congelados, convém que descongelem bem.
  • Cebola - para dar mais colorido à tarte preferi usar cebola roxa, mas pode-se substituir pela cebola comum.
  • Natas - adicionar natas ao recheio de uma tarte como esta de bacalhau, vai sempre conferir uma saborosa cremosidade.
  • Ovos - servem para unir os elementos que recheiam esta tarte de bacalhau e brócolos.
  • Salsa - é opcional, mas gosto sempre de acrescentar uma erva aromática às minhas tartes salgadas, e neste caso é a salsa que combina sempre bem com bacalhau.
  • Sal, Pimenta, Noz-moscada, Alho e Alho em pó - alguns destes temperos são opcionais, como a noz-moscada que muitas vezes adiciono em pratos que combinam ovos e natas, e o alho em pó para reforçar o sabor do alho que todos sabemos ser base de muitos pratos de bacalhau.

 

Modo de preparação

 

  • Nos meus pratos de bacalhau é sempre utilizado bacalhau que se encontra congelado (por mim, pois é raro comprar bacalhau ultracongelado) e por isso é necessário deixá-lo descongelar previamente.
  • Para que seja mais fácil retirar pele e espinhas, escalda-se o bacalhau. Assim, aquece-se um pouco de água até ferver (suficiente só para cobrir o bacalhau) num tacho com um pouco de sal, e retira-se do lume colocando depois o bacalhau onde vai escaldar. Reservar.
  • Entretanto, cortam-se os brócolos em raminhos mais pequenos, e picam-se os talos.
  • Corta-se a cebola em tiras e picam-se os alhos, e num tacho com um fio de azeite alouram-se ligeiramente.
  • Juntam-se os brócolos e deixa-se cozinhar 1 a 2 minutos. Reservar.
  • Numa taça, batem-se os ovos e juntamente com as natas e a salsa picada.
  • Tempera-se com sal, pimenta, alho em pó e a noz-moscada.
  • Por esta altura, tira-se o bacalhau da água e retiram-se-lhe pele e espinhas.
  • O bacalhau é então desfiado ou lascado. A maneira como se acrescenta o bacalhau nesta tarte vai depender da parte do bacalhau usada (se fôr uma porção mais seca e fibrosa é melhor desfiar, e se fôr uma porção mais gelatinosa pode-se lascar) e também do gosto de cada um (se querem encontrar pedaços de bacalhau na tarte, ou se preferem que o peixe esteja mais distribuido pelo recheio).
  • Adiciona-se o bacalhau ao tacho onde se encontram os brócolos. Pode-se voltar a levar ao lume se se quiser, mas não é necessário.
  • Mistura-se no tacho, o preparado de ovos e natas com o de bacalhau e brócolos, e envolve-se bem.
  • Retira-se a massa folhada da embalagem e estende-se numa fôrma redonda ou rectangular (usei uma de 30x20cm), picando depois o fundo com o garfo (para ajudar a cozer a parte inferior da tarte).
  • Verte-se o recheio da tarte sobre a massa, espalhando bem e leva-se a cozer a 200ºC cerca de 25 a 30 minutos.

tarte-bacalhau-brocolos-codfish-broccoli-tart_3.jp

 

 

 

Obrigado pela visita

Não se esqueça de SUBSCREVER para receber cada post directamente no seu e-mail.

 

Siga o blog 

FACEBOOK  |  PINTEREST INSTAGRAM