Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

Qua | 17.06.20

PÃO DE MISTURA

(farinha de trigo + trigo integral)

Não há nada melhor do que saborear uma fatia de pão feito em casa, e esta receita é relativamente rápida e simples de fazer.

(click here for recipe in english)

pão-mistura-wheat-bread_1.jpg

Já tinha experimentado fazer pão caseiro, mas muito ocasionalmente. No entanto, com a pandemia de COVID19 veio a "pãodemia" e começaram a aparecer por todo o lado (não só em Portugal) receitas de pão para confeccionar em casa.

Esta é uma dessas que adaptei, e que tem como principal diferença relativamente a outras receitas, a temperatura de cozedura pois este pão é cozido num forno a 180ºC e não a 250ºC como a maioria.

Como resultado obtemos um pão fôfo e leve, e com uma crosta dourada e fina. O pão que fiz e que vêem nas imagens foi cozido totalmente a 180ºC (calor circulante + calor por cima e por baixo); no entanto, se quiserem que fique mais tostado e com mais crosta, na parte final da cozedura (sem tampa) basta subir a temperatura para os 200ºC ou mesmo 220ºC, mas estando sempre atentos para não queimar demais.

 

Receita de Pão de mistura

para notas sobre a receita ler mais abaixo

 

ingredientes

350 gr de farinha de trigo T65

100 gr de farinha de trigo integral T150

350 gr de água

1 colher (chá) de açúcar

1 colher (chá) de fermento granulado seco

1 colher (chá) de sal

Farinha de trigo T65 para polvilhar

 

preparação

Amornar a água até que atinja a temperatura de cerca de 37ºC (água tépida).

Numa taça grande, misturar o açúcar com o fermento e lentamente acrescenta-se a água dissolvendo bem.

Deixa-se repousar durante 5 minutos para activar o fermento.

Numa taça, misturar a farinha de trigo com a farinha de trigo integral e o sal.

Verte-se depois a mistura de farinhas, e mistura-se bem.

Bate-se esta massa muito bem com a ajuda de um robot de cozinha ou batedeira com as pás em espiral durante 5 minutos.

Com a ajuda de uma espátula dá-se a forma de uma bola, e polvilha-se com um pouco de farinha.

Tapa-se a taça com um pano, ou então película aderente (mas deixando uma ponta ligeiramente destapada).

Deixa-se a levedar durante 1 hora.

Passado esse tempo, com a ajuda de uma espátula ou mesmo à mão, amassa-se puxando várias vezes a parte exterior da massa para o centro, voltando depois a formar uma bola e polvilhando-se novamente com um pouco de farinha.

Coloca-se a massa sobre uma folha grande de papel vegetal, e pegando no papel coloca-se a massa na mesma taça ou noutro recipiente de dimensão semelhante ao tacho/fôrma com tampa onde vai cozer no forno.

Deixa-se a levedar novamente durante 1 hora (quando faltar 30 minutos para acabar de levedar, coloca-se o tacho/fôrma com tampa no forno previamente aquecido a 180ºC).

Pegando pelo papel vegetal, coloca-se a massa no tacho/fôrma e tapa-se, levando a cozer durante 35 minutos.

Passado este tempo, retira-se a tampa e continua a cozer durante mais 15 minutos.

Retira-se do forno e põe-se imediatamente a arrefecer sobre uma rede ou grelha, descartando o papel vegetal.

 

Adaptado de "Easy crusty bread"

pão-mistura-wheat-bread_3.jpg

 

Os Ingredientes

 

Como quase todas as receitas de pão, não são necessários muitos ingredientes - apenas 5:

  • Farinha de trigo - a base do pão é sempre a farinha, e convém que seja T65 (apesar de também poder ser feito com T55) que possui maior teor proteico e fibra e por isso é mais indicada para panificação caseira.
  • Farinha de trigo integral - é opcional, pois a receita original é feita só com farinha de trigo branca, mas como gosto de pão com alguma farinha integral resolvi substituir. Também já experimentei uma versão com farinha de centeio (100gr), e outra com farinha integral (50gr) juntamente com centeio (50gr).
  • Fermento - apesar de na receita original ser usado o dobro do fermento, 1 colher de chá de fermento de padeiro seco granulado chega perfeitamente para levedar a massa.
  • Água - é muito importante que esteja a uma temperatura de cerca de 37ºC (eu meço com um termómetro) porque se estiver muito quente vai anular a função de fermento, e se estiver fria não vai activar o fermento; quem não tem termómetro, basta testar a temperatura da água colocando umas gotas no pulso.
  • Açúcar - a presença do açúcar serve essencialmente para auxiliar a acção levedante do fermento.
  • Sal - quando faço pão prefiro usar flor de sal, pois dilui-se mais rápidamente quando em contacto com a água dispersando-se melhor na massa.

 

Modo de preparação

 

  • Começamos por amornar a água até atingir uma temperatura entre os 37ºC a 43ºC.
  • Numa taça grande onde o pão irá levedar, coloca-se o fermento juntamente com o açúcar, adicionando-se depois a água mexendo para que o fermento e o açúcar se dissolvam.
  • Deixa-se a repousar durante cerca de 5 minutos, para activar o fermento. No caso do fermento estar fora de prazo, ou não ter estado bem acondicionado (no caso de embalagens abertas anteriormente) este não apresentará as características bolhinhas que se formam à superficie da água e que são indicadoras do inicio da fermentação.
  • Pesamos as farinhas (T65 + integral) e misturamos o sal.
  • Misturam-se as farinhas com a água, envolvendo bem com a ajuda de uma espátula ou colher de pau.
  • Usando uma batedeira com as pás em espiral, bate-se a massa (em velocidade baixa) durante 5 minutos.
  • Polvilha-se com um pouco de farinha e modela-se mais ou menos a massa, à mão ou usando a espátula, formando uma bola.
  • Cobre-se a taça com um pano, ou na falta deste, com película aderente (mas deixando uma ponta ligeiramente destapada).
  • Deixa-se a levedar durante cerca de 1 hora num local onde a temperatura esteja amena (evitar locais muito quentes - acima de 30ºC).
  • O próximo passo é amassar, com a ajuda de uma espátula ou mesmo à mão, puxando as bordas da massa em direcção ao centro, voltando depois a formar uma bola com a parte mais lisa virada para baixo, polvilhando-se novamente com um pouco de farinha.
  • Coloca-se a massa sobre uma folha grande de papel vegetal, e pegando no papel coloca-se a massa na mesma taça ou noutro recipiente de dimensão semelhante ao tacho ou fôrma com tampa (de preferência, um tacho de ferro fundido ou barro, ou que tenha paredes espessas para que acumule calor).
  • Deixa-se a levedar novamente durante 1 hora.
  • Quando faltarem 30 minutos para acabar de levedar, coloca-se o tacho ou fôrma com tampa no forno previamente aquecido a 180ºC para que a suas superfícies acumulem calor e possibilite uma melhor e mais uniforme cozedura do pão.
  • Pegando pelo papel vegetal, coloca-se a massa no tacho ou fôrma e tapa-se, levando a cozer durante 35 minutos.
  • Passado este tempo, retira-se-lhe a tampa e volta ao forno a ganhar côr durante mais 15 a 20 minutos. Nesta altura pode-se subir a temperatura do forno para 200ºC ou 220ºC, conforme se queira uma crosta mais tostada ou não.
  • Retira-se do forno e põe-se imediatamente a arrefecer sobre uma rede ou grelha, descartando o papel vegetal. Deste modo, e como o pão ainda se encontra a libertar vapor, a crosta (principalmente da parte de baixo) manter-se-à crocante.

pão-mistura-wheat-bread_2.jpg

 

 

 

Obrigado pela visita

Não se esqueça de SUBSCREVER para receber cada post directamente no seu e-mail.

 

Siga o blog 

FACEBOOK  |  PINTEREST  |  INSTAGRAM

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.