Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

from my orchid kitchen

ideias simples e caseiras para (quase) todos os gostos, da minha cozinha para a vossa

Ter | 29.10.19

PUDIM DE BANANA (NO FORNO)

(sem glúten)

Esta é uma solução diferente para uma sobremesa que usa uma quantidade significativa de bananas maduras, e que tão bem sabe nestes dias de Outono.

(click here for recipe in english)

pudim-banana-pudding-oven_1.jpg

Fico sempre animada quando tenho bananas maduras na minha cozinha, porque significa que posso fazer alguma sobremesa de banana. O mais comum é preparar uma fornada de queques ou bolo de banana, mas desta vez como tinha muitas bananas congeladas resolvi pela primeira vez fazer este pudim de forno.

 

Existem algumas receitas deste tipo, muitas de origem brasileira mas que usam leite condensado, o que não é o caso desta que tem menos açúcar, uma vez que já há alguma doçura proveniente das bananas maduras.

 

Receita de Pudim de banana

receita de forno

para notas sobre a receita ler mais abaixo

 

ingredientes

6 bananas médias (em puré)

3 ovos grandes

125 gr de açúcar

2 colheres (sopa) de Vinho da Madeira (ou Porto) (opcional)

20 gr de manteiga

Caramelo líquido q.b. (caseiro ou de compra)

 

preparação

Bater a manteiga com o açúcar, até obter um creme fôfo.

Adicionar um a um, os ovos, misturando bem.

Acrescentar o Vinho da Madeira.

Por fim, envolver bem o puré de banana até ficar um preparado homogéneo.

Verter o preparado numa fôrma de pudim com cano (usei uma de 18 cm de diâmetro).

Levar a cozer em banho-maria, a 190ºC durante cerca de 1 hora.

Retirar do forno e deixar arrefecer à temperatura ambiente.

Colocar no frigorífico durante algumas horas, até desenformar.

Na altura de servir, regar as fatias de pudim com um pouco de caramelo líquido.

 

Adaptado de "Pudim de banana" da revista TeleCulinária

 

Os Ingredientes

Este pudim de banana não requer muitos ingredientes para a sua confecção - apenas bananas, ovos, açúcar, manteiga, e como opção o Vinho da Madeira (ou então Vinho do Porto).

Banana - Ao contrário de muitas sobremesas que usam a banana, este pudim não precisa de uma, duas ou três, mas sim 6 bananas! É esta fruta juntamente com os ovos que irá dar a consistência ao pudim, uma vez que não leva nenhum tipo de farinha na receita. O tipo de banana ideal a ser usado aqui é quando esta se encontra madura, apesar de também poder ser feito com bananas com tom mais amarelo. Como tinha bananas bem maduras congeladas, foram estas que escolhi usar.

Vinho da Madeira - Esta receita de pudim de banana foi adaptada de uma revista na qual era usado vinho branco; como não foi algo que me agradou, troquei a bebida alcoólica por outra - Vinho da Madeira, uma vez que a banana é sempre associada à Ilha da Madeira e achei que para um pudim era melhor usar um vinho generoso. Ao contrário de muitas sobremesas e bolos com banana, e apesar serem bastantes bananas, o sabor não é muito intenso, também pelo facto de se acrescentar o Vinho da Madeira (e por isso refiro que é opcional o seu uso).

 

Modo de preparação

Como quase todos os pudins de forno, a preparação deste pudim de banana não é trabalhosa.

 

  • Basta bater a manteiga com o açúcar, aos quais são adicionados os ovos, o Vinho da Madeira e por fim a banana em puré.
  • Como referi anteriormente, usei bananas que tinha congelado com a casca; por vezes as bananas congeladas com casca ao descongelar, largam uma humidade extra. Neste caso, achei melhor descartar esse liquido porque podia influênciar a consistência final do pudim.
  • Verte-se então o preparado numa fôrma de pudim ou outra similar que possa ir ao forno, e coloca-se a fôrma num tabuleiro (que tenha alguma profundidade) e insere-se no forno, enchendo o tabuleiro com água bem quente (é mais seguro colocar-se a água para o banho-maria depois de pousar o tabuleiro no forno para que não haja acidentes!).
  • Depois de cozido, deixar o pudim arrefecer dentro da fôrma à temperatura ambiente, e posteriormente levá-lo ao frigorífico durante algumas horas (geralmente deixo de um dia para o outro).
  • Para mim, pudim que é pudim tem de levar molho de caramelo, por isso finalizei na hora de servir com um pouco deste caramelo.

pudim-banana-pudding-oven_2.jpg

 

 

 

Obrigado pela visita

Não se esqueça de SUBSCREVER para receber cada post directamente no seu e-mail.

 

Siga o blog 

FACEBOOK  |  PINTEREST  |  INSTAGRAM